BRASíLIA - O reitor da Universidade Nacional de Rosário, na Argentina, Franco Bartolacci, afirmou nesta sexta-feira, 26, que o novo ministro da Educa??o do Brasil, Carlos Alberto Decotelli, n?o obteve o título de doutor na institui??o, como consta em seu currículo. Ao Estad?o, o reitor disse que o ministro n?o cumpriu as etapas necessárias. "Cursou o doutorado, mas n?o o concluiu, pois lhe falta a aprova??o da tese. Portanto, ele n?o é doutor pela Universidade Nacional de Rosário, como chegou a se afirmar", afirmou.

Mais cedo, em postagem no Twitter, Bartolacci disse que era preciso "esclarecer" uma publica??o feita na quinta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro em que anunciou o substituto de Abraham Weintraub no MEC. Na publica??o, Bolsonaro menciona que Decotelli é "doutor em Administra??o pela Universidade de Rosario".

"Informo a nomea??o do Professor Carlos Alberto Decotelli da Silva para o cargo de @MEC_Comunicacao . Decotelli é bacharel em Ciências Econ?micas pela UERJ, Mestre pela FGV, Doutor pela Universidade de Rosário, Argentina e Pós-Doutor pela Universidade de Wuppertal, na Alemanha", postou o presidente.

Procurado pelo Estad?o, Decotelli reafirmou ter o título e enviou à reportagem uma cópia de um certificado com o símbolo da universidade argentina. O documento é datado de 7 de fevereiro de 2009. "é verdade. Pergunte lá para o reitor", limitou-se a dizer Decotelli.

Questionado se ele apresentou a tese, necessária para a conclus?o do curso, o ministro n?o respondeu.

O MEC informou que "o ministro Carlos Alberto Decotelli da Silva concluiu, em fevereiro de 2009, todos os créditos do doutorado em Administra??o pela Faculdade de Ciências Econ?micas e Estatística da Universidade Nacional de Rosário, na Argentina."

Cópia de diploma enviada?por Carlos Alberto Decotelli © Reprodu??o Cópia de diploma enviada?por Carlos Alberto Decotelli

Na lista de títulos de Decotelli também consta um pós-doutorado pela Universidade de Wuppertal, na Alemanha, o que só seria possível com o doutorado anterior. Também procurada, a institui??o de ensino alem? n?o respondeu até a publica??o da notícia.

N?o é a primeira vez que uma autoridade tem o currículo contestado. Em 2009, a ent?o ministra da Casa Civil Dilma Rousseff precisou corrigir informa??es de que havia feito doutorado na Universidade de Campinas (Unicamp). Ela havia feito apenas algumas disciplinas, sem ter chegado ao fim do curso.

No ano passado, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, também precisou se explicar porque incluiu um doutorado em Ciência Política na Universidade Federal Fluminense (UFF), com um período de intercambio em Harvard, nos Estados Unidos. Witzel, no entanto, nunca cursou a universidade americana. Após os questionamentos, Witzel afirmou que incluiu a men??o a Harvard no currículo porque tinha a inten??o de estudar lá.

A Microsoft pode ganhar uma comiss?o de afiliado caso você compre algo recomendado nos links desse artigo
TÓPICOS PARA VOCÊ
DORTMUND, GERMANY - JUNE 16: (BILD ZEITUNG OUT) In this photo Illustration, The Corona Warn app is seen on the home screen of an Android platform, next to the apps Facebook and Whatsapp on June 16, 2020 in Dortmund, Germany. (Photo by Alex Gottschalk/DeFodi Images via Getty Images) Próxima História

Contas canceladas dão fôlego a projeto contra fake news

Comentários

Achou a história interessante?

Curta a nossa página no Facebook para ver histórias semelhantes


Enviar Comentários ao MSN

Agradecemos seus comentários!

Dê uma classificação geral para o site:

欧美三级片