Alessandra Ribeiro, economista-chefe da Tendências Consultoria © Reprodu??o/Amcham Brasil Alessandra Ribeiro, economista-chefe da Tendências Consultoria

A economista-chefe da Tendências Consultoria, Alessandra Ribeiro, 44 anos, prevê 1 retorno econ?mico vagaroso no pós-pandemia. Ela estima que as contas públicas brasileiras só voltar?o ao superávit em 2026.

Em entrevista ao Poder360, a especialista afirmou que a apreens?o do mercado em rela??o às medidas de conten??o da covid-19 gira em torno dos efeitos da retra??o econ?mica ao longo dos próximos meses.

Ela destaca 2 segmentos mais alarmantes: aumento do desemprego e da falência de médias e pequenas empresas.“Nós estimamos que até o 2o trimestre já deve ter algo como 7 milh?es de empregos perdidos. é algo muito expressivo se a gente pensar numa popula??o ocupada de 95 milh?es”, explicou.

Alessandra afirma que a dificuldade de acesso ao crédito pode custar o negócio de empresas mais vulneráveis. “A gente deve observar o incremento no número de falências efetivamente dessas empresas mais vulneráveis, que n?o v?o conseguir realmente sobreviver à pandemia”, disse.

Frente à crise da covid-19, medidas de isolamento social foram adotadas pelos governos mundo afora. Contudo, Alessandra avalia que o cenário pandêmico é agravado pela disputa entre poderes no Brasil. O fato é que esse cenário pandêmico está sendo maximizado pela crise político-institucional. Ent?o, esse aspecto […] vai tornar a saída, uma saída mais difícil, mais dura”, afirmou.

Assista à integra da entrevista (27min40seg):

Repetir vídeo

Leia os trechos da entrevista:

Qual o efeito dos auxílios emergenciais nesse cenário de desemprego e pouco crédito para pequenas empresas? 

Eles s?o essenciais. Porque no fundo, com parte da popula??o perdendo seus empregos e mesmo quem n?o perde efetivamente, a gente observa uma presen?a importante de renda mesmo das famílias e salário reduzido. Ent?o pensando principalmente nos que perdem seus trabalhos e o segmento mais informal, que de uma hora para outra n?o tem mais rendimento, esse auxílio emergencial é essencial e tem sido realmente muito expressivo. Pelos últimos dados da Pnad, pouco mais de 50% dos domicílios tiveram acesso a esse benefício. O ticket médio, ou seja, o valor médio, está na casa dos R$ 800, porque tem muitas família em que a m?e é chefe de família, ent?o ela recebe o valor maior.  Ent?o é algo bastante importante para a gente construir essa ponte aí para o pós-pandemia.

Você é favorável à prorroga??o do pagamento do auxílio emergencial? 

Enquanto a gente vive esse momento de pandemia e uma crise de saúde ainda muito importante, infelizmente, no Brasil, a gente ainda observa uma curva ascendente de contágio e óbitos, ent?o a gente está ainda em 1 momento muito ruim da pandemia. Eu acho que faz sentido a gente pensar em alguma extens?o. Agora, é verdade que a gente tem que pensar também no pós-pandemia. Infelizmente a nossa situa??o inicial em termos de finan?as públicas ela n?o era favorável. Era uma situa??o inicial já frágil. E, com esses gastos todos, a gente vai sair com o nível de deficit e endividamento muito alto. Ent?o a gente tem que ter cuidado para n?o contaminar muitos os gastos de forma permanente, já olhando para 2021, porque se n?o a gente vai ter muita dificuldade de colocar essas contas em ordem.”

Em rela??o às pautas no Congresso, quais você avalia que têm chance de passar ainda em 2020? 

“Em 2020 a gente vê uma pauta ainda muito baseada na pandemia, ou seja, em maneiras de mitigar ou amenizar os efeitos da pandemia. Ent?o eu acho que é uma pauta que realmente vai ficar focada nisso, tanto do ponto de vista de auxílio às famílias, às empresa. Acho que realmente o foco vai ser esse. A partir de 2021, a gente acha que outra agenda deve come?ar a entrar em discuss?o, e essa agenda tem que ter aspectos fiscais porque, como eu falei, para a gente lidar com essa conta muito complicada a partir de 2021, a gente vai ter que fazer reformas. E aí a gente avalia que nesse contexto político difícil, acho que n?o dá para apostar em grandes reformas, muitas reformas, mas a gente já avalia que uma reforma que deve ser bem importante é a PEC emergencial, que lida com gastos obrigatórios para tentar ajudar no cumprimento da regra do teto e nesse sinal que eu falei sobre a nossa capacidade de pagar essa dívida ao longo do tempo.”

Quando a reforma tributária deve ser pautada e priorizada? 

“A reforma tributária é extremamente essencial para o país, em termos de aumento de produtividade, melhora do nosso sistema que realmente permitiria que o país crescesse mais, e com 1 sistema muito mais equilibrado. Mas diante dessas condi??es políticas que nós vemos, nós achamos muito difícil que a reforma tributária seja pautada n?o só em 2021, mas em 2022. Inclusive a gente nem considera aprova??o da reforma tributária, [enquanto] uma reforma de fato, nada muito cosmético, mais performance, compreendendo o nível federal, estadual e municipal. Ent?o a gente acha que falta condi??o política para avan?ar com a tributária. Nesse sentido, estamos 1 pouco mais pessimistas.”

Com a pandemia fora de controle no Brasil, vários países consideram a possibilidade de suspender voos para o país. Como seria 1 afastamento da comunidade internacional nesse momento para a recupera??o da economia brasileira?

Esse ponto, de fato, a gente já tem tido notícias nessa linha, dessa limita??o do fluxo de pessoas do Brasil para outros países. Do ponto de vista de recupera??o econ?mica, claro que afeta muitos setores que s?o expostos a essa esse fluxo de pessoas de 1 lado para o outro. Ent?o setor aéreo é 1 setor que é o que mais sofre nesse contexto. Isso mostra que n?o é à toa que governo junto com bancos est?o estruturando pacotes mais focados para o setor, porque de fato é o mais atingido e nesse contexto a sua recupera??o vai demorar ainda mais. Mas pensando em negócios, em embarca??es de bens, isso a gente n?o deve ter maiores problemas. Acho que, por esta perna, seja no sentido de ter alguma limita??o para o Brasil exportar mercadorias, acho que isso n?o deve ter, e esse efeito aqui seria 1 pouco mais limitado”.

A Microsoft pode ganhar uma comiss?o de afiliado caso você compre algo recomendado nos links desse artigo
TÓPICOS PARA VOCÊ
Floresta n?o está pegando fogo, disse Mour?o. Próxima História

Operação militar Verde Brasil 2 será prorrogada até novembro

Comentários

Achou a história interessante?

Curta a nossa página no Facebook para ver histórias semelhantes


Enviar Comentários ao MSN

Agradecemos seus comentários!

Dê uma classificação geral para o site:

欧美三级片